Agentes de limpeza paralisam atividades na Barra dos Coqueiros contra atrasos no benefício alimentação e condições de trabalho precárias.

postado em: Notícias | 0

Os agentes de limpeza que atuam na Barra dos Coqueiros, município da Região Metropolitana, estão de braços cruzados na manhã desta segunda-feira, 23. A categoria, vinculada à Empresa Via Norte, que presta os serviços de limpeza urbana na cidade, vem sofrendo recorrentemente com os atrasos do ticket alimentação e condições precárias de trabalho. Os representantes da empresa e os gestores municipais têm silenciado sobre as reivindicações dos trabalhadores.

 

Desde as primeiras horas desta segunda-feira, os agentes de limpeza estão de braços cruzados em protesto aos atrasos dos benefícios e a falta de equipamentos básicos na rotina da limpeza urbana, a exemplo de protetor solar e vasilhames de água suficientes para todos os profissionais. A mobilização é acompanhada pelo Sindicato dos Trabalhadores de Limpeza Urbana e Comercial do Estado de Sergipe (Sindelimp/SE).

 

“Nós já temos conhecimento de funcionários que estão recorrendo a empréstimos para colocar comida dentro de casa, em função desses atrasos. É um comprometimento grave no orçamento familiar que tem ocorrido com frequência para esses trabalhadores. E ainda há o agravamento das condições de trabalho, com uniformes e equipamentos precarizados, ausência de insumos básicos, como água potável, e relatos de intimidação da empresa junto aos funcionários, para que as denúncias não fossem levadas adiante”, afirma o presidente do Sindelimp, Anderson Vidal.

 

Os trabalhadores aguardam sinalização da empresa de que os problemas serão solucionados, para retomar as atividades da coleta do lixo urbano e varrição dos espaços públicos. Além da Barra dos Coqueiros, a empresa também possui contratos para realizar serviços da limpeza urbana nos municípios de Carmópolis, Divina Pastora, Itabaiana, Itaporanga d’Ajuda, Maruim, Rosário do Catete e Santo Amaro das Brotas, envolvendo cerca de 300 funcionários.

 

CONASCON/ Sindelimp/SE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − onze =