CAMPANHA SALARIAL NA BAIXADA SANTISTA
Trabalhadores da limpeza urbana da Baixada Santista aprovam GREVE a paritir de 11 de julho

postado em: Notícias | 0

Nas últimas semanas, um clima de insatisfação tomou conta das garagens da empresa Terracom, PG e Ecoambiental na Baixada Santista. Sob a liderança do dirigente sindical André Domingues de Lima, foram realizadas assembleias com os trabalhadores da coleta em todos os pontos das empresas na região, onde se discutiu a proposta de aumento salarial oferecida pelo setor patronal.

O presidente André Domingues de Lima conduziu as discussões e esclareceu os detalhes da proposta. Ele apresentou os argumentos do sindicato patronal e detalhou os pontos da oferta, que foi prontamente rejeitada por unanimidade pelos trabalhadores presentes.

A insatisfação dos trabalhadores com a proposta levou a uma decisão firme: aprovaram a decretação de greve a partir de 11 de julho. Caso não haja uma mudança significativa na proposta ou uma negociação que atenda às demandas dos trabalhadores, a partir da meia-noite do dia 11 de julho, os serviços de coleta e limpeza urbana serão suspensos nos seis municípios da região metropolitana da Baixada Santista: Bertioga, Guarujá, Cubatão, Santos, São Vicente e Praia Grande.

O  SIEMACO Baixada Santista, em sua nota oficial, reafirma seu compromisso com a luta pelos direitos dos trabalhadores e pela melhoria das condições de trabalho. “Estamos dispostos a negociar e encontrar uma solução que seja justa para todos. Nossa prioridade é garantir que os trabalhadores sejam valorizados e tenham suas demandas atendidas”, afirmou André Domingues de Lima.

O sindicato reforça que está aberto ao diálogo e espera que os próximos dias sejam de intensas negociações, buscando sempre o melhor para o trabalhador e para a comunidade da Baixada Santista.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + dezesseis =