PR, SC e RS participam do Seminário Regional Sul da Conascon

postado em: Notícias | 0

Os primeiros efeitos da reforma trabalhista; o acesso ao poder judiciário; Convenções Coletivas e atendimentos à categoria. Estes são alguns dos assuntos em discussão no Seminário Regional Sul da Conascon (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Prestação de Serviços de Asseio e Conservação, Limpeza Urbana e Áreas Verdes), que acontece de 09 a 11 de maio, em Foz do Iguaçu. O evento é promovido pela Conascon, em parceria com as federações do Paraná (Feaconspar, presidente Manassés Oliveira); Santa Catarina (FEVASC, presidente Neucir Paskoski) e Rio Grande do Sul (FEEAC, presidente Dirceu Quadros e diretor Henrique Silva).

“Nestas discussões, a Conascon busca, pela integração de suas bases, construir caminhos e alternativas para a superação da crise em que o país atravessa”, afirmou Manassés Oliveira, representante dos trabalhadores do setor de asseio e conservação do Paraná e diretor da Conascon.

Moacyr Pereira, presidente da Conascon, destacou no discurso de abertura a responsabilidade do movimento sindical de garantir melhor qualidade de vida para a categoria por meio de lutas que resultam em convenções e acordos coletivos.

Nestes 3 dias do Seminário Regional Sul da Conascon, norteiam as discussões palestrantes de renome no meio jurídico e do Trabalho, como o Desembargador do TRT-09, Dr. Cássio Colombo Filho; Dr. Rogério Uzun Fleischmann, Procurador do Ministério Público do Trabalho- RS; Luiz Fernando Busnardo, Chefe da Seção de Relações do Trabalho (MTE-PR); Dr. André Passos, advogado e presidente da Comissão de Direito Sindical da OAB-PR; Dra. Ana Maria Maximiliano, Procuradora do Município de Curitiba; Cid Cordeiro, economista; Dr. Aramis de Souza Silveira, Desembargador do TRT-9; Dr. Gláucio Araújo de Oliveira; Procurador-Chefe do MPT-PR e Dr. Alberto Emiliano de Oliveira Neto, Procurador do MPT-PR e vice-presidente do CONALIS.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × dois =