HUSE: Greve dos servidores da limpeza completa uma semana

postado em: Notícias | 0

Funcionários estão com o salário de abril em débito.

Os trabalhadores terceirizados que atuam na limpeza do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), principal unidade pública de saúde do estado, continuam de braços cruzados. Com o salário do mês abril ainda em débito, os funcionários decidiram paralisar as atividades no último dia 16 – apenas o efetivo mínimo, previsto na lei, está sendo cumprido, segundo o sindicato da categoria.

Na manhã desta terça-feira, 22, mais uma vez eles fizeram um ato no Hospital com faixas e cartazes. “Já são quase dois meses sem receber salário. Quem paga pensão está apreensivo, porque pode ser preso a qualquer momento. Já é uma semana de cobrança e só voltaremos as atividades normal quando houver essa quitação”, afirmou Diego Santos, diretor do Sindicato dos Trabalhadores de Asseio e Conservação de Sergipe (Sindecese).

A empresa Multiserv, responsável pelo vínculo direto com os trabalhadores, afirmou que não conseguiu arcar com os salários dos trabalhadores por haver uma dívida de pelo menos três meses no contrato com o Governo. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) confirmou a informação e acrescentou que está previsto para esta quarta-feira, 23, a regularização de parte do débito com a empresa contratada.

 

22/05/2018  14:08: Por Ícaro Novaes – INFONET

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + vinte =