Movimento sindical precisa estar cada vez mais próximo da Sociedade para enfrentar a política de ódio e desinformação que se instaurou no Brasil

postado em: Notícias | 0

Essa foi a afirmação do presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Prestação de Serviços de Asseio e Conservação, Limpeza Urbana e Áreas Verdes (Conascon) Moacyr Pereira durante o Seminário Sindicalismo e Sociedade, realizado pela Federação dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação do Paraná (Feaconspar) na cidade de Foz do Iguaçu nos dias 19 e 20 de fevereiro.

 

O evento aconteceu em meio a maior crise que o movimento sindical já atravessou desde a redemocratização. Para Moacyr o governo está tentando liquidar do movimento sindical através  de uma política de ódio e desinformação que coloca grande parte da sociedade contra  o movimento legítimo de trabalhadores. O presidente da conascon estava no evento que foi realizado na sede dos Sindicato dos Trabalhadores em Asseio e Conservação de Foz do Iguaçu (Sioemaco – Foz) para falar sobre a importância da sistematização do trabalho de base e também sobre a necessidade da formação de novas lideranças no local e trabalho.

 

“É   preciso ouvir o que a sociedade está dizendo para poder tomar posição e criar estratégias de ação e enfrentamento àqueles que nos querem à míngua. É fato que os trabalhadores de baixa renda são os que mais necessitam da atuação de sindicatos fortes, sem eles muitas categorias estariam recebendo salário mínimo e não teriam benefícios. Precisamos enfrentar essa parcela da sociedade que nós quer cada vez mais em Cachoeiro do Itapemirim e cada vez menos na Disneylândia. Hoje estamos aqui em Foz do Iguaçu porque queremos e porque podemos”. Afirmou Moacyr.

 

Ainda durante a abertura o Cro. Manasses oliveira presidente da Feaconspar afirmou em sua saudação que somente sindicatos com trabalho de base vão sobreviver a esse momento político conturbado, os sindicatos precisam estar presentes na vida do trabalhador, principalmente através da política do sindicato cidadão, que há mais de 20 anos faz parte da política sindical de entidades do Paraná e deve ser pauta permanente para entidades comprometidas com o trabalhador e a sociedade.

 

A temática do evento traz a importância da relação sindicato e sociedade, saber atuar com, ouvir e agir. Estavam na programação temas como os impactos da violência contra a mulher na sociedade, a Reforma Sindical,  Projeto de filiação estratégica e o papel do Tribunal Regional do Trabalho em casos de assédio. Após a abertura, o presidente do Siemaco Foz Cro. Marlus Campos, saudou a todos os presentes agradecendo a oportunidade de receber o evento na sua sede recém inaugurada e convidou a todos para, após os trabalhos, desfrutassem do melhor que a Cidade de Foz de Iguaçu pode oferecer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − três =