PL aprovado restringe porteiros virtuais em habitacionais

postado em: Notícias | 0

Medida vale para prédios populares municipais – Andréa Rêgo Barros/PCR

A Câmara Municipal do Recife aprovou em Sessão Ordinária nesta terça-feira (20), o Projeto de Lei 147/2020, de autoria do vereador Rinaldo Junior (PSB), que estabelece restrição à implantação de portarias virtuais em condomínios habitacionais no município do Recife, uma vez que elas não monitoram determinados riscos, não garantindo, assim, a segurança dos condôminos.

 

A medida, segundo ele, além de garantir a segurança dos moradores, visa manter o emprego dos porteiros. “Nossa proposta visa restringir o uso de portarias virtuais nos condomínios habitacionais no município do Recife, uma vez que elas não monitoram determinados riscos, não garantindo, assim, a segurança dos condôminos, já que, com porteiro presencial, quem tiver más intenções pensará antes de cometer algo ilícito em frente ao condomínio, afinal estará sob a visão do profissional, que poderá acionar a emergência quando for necessário. Portanto, o porteiro presencial é fundamental para a prevenção de crimes, por exemplo”, destacou o Presidente do SIECC-PE e vereador do Recife, Rinaldo Júnior.

 

De acordo com Rinaldo, o sistema de portarias digitais pode apresentar-se com falhas e inoperantes,  devido ao processo mecânico de outras tecnologias, como basicamente depende de serviços de internet, com a automação dos portões, sensores e câmeras de monitoramento. O texto segue agora para sanção do prefeito Geraldo Julio (PSB).

 

Por Da redação

20/10/20 às 11H58 atualizado em 20/10/20 às 11H58

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + dezenove =