Trabalhadoras de limpeza urbana de Praia Grande (SP) ficam sem emprego

postado em: Notícias | 0

Segundo prefeitura, profissionais foram contratadas para limpeza extra durante a alta temporada de verão; parlamentar da cidade prometeu tentar reverter situação

Carinhosamente chamadas de margaridas, trabalhadoras temporárias do serviço de limpeza urbana foram demitidas sumariamente em meio a uma crise sanitária e econômica. Maioria das trabalhadoras são mães de família 

Com o fim da alta temporada de verão, cerca de trinta profissionais temporárias de limpeza urbana de Praia Grande, no litoral de São Paulo ficaram sem emprego. A notícia circula nas redes sociais desde quarta-feira (21).

 

Um vereador da cidade disse que vai apurar o motivo das demissões junto à prefeitura e tentar revertê-las. A prefeitura, por seu turno, afirmou que as funcionárias foram contratadas como “mão de obra extra para auxiliar os funcionários da Secretaria de Serviços Urbanos (Sesurb) na limpeza das principais vias da cidade durante o período de alta temporada de verão”.  

 

Nas redes sociais, moradores lamentaram o término do contrato. Nesta quarta-feira, o vereador por Praia Grande Gugu Mil Grau (PSD), prometeu tentar reverter o quadro.

“Fiquei muito triste ao saber sobre o término do contrato das margaridas que trabalham na cidade, que por sinal prestam um ótimo serviço à população. Irei ter um diálogo com a prefeita para entender o caso, saber o que aconteceu e o que podemos fazer para o retorno delas, elas merecem nossa total admiração pelo belo trabalho que fazem”, esclareceu o parlamentar.

 

Questionada, a prefeitura de Praia Grande afirmou, por meio de nota, que a gestão municipal agiu dentro das prerrogativas contratuais firmadas com a PG EcoAmbiental, concessionária do serviço de coleta de lixo da cidade.

A prefeitura de Praia Grande explica que dentro do contrato firmado com a concessionária do serviço de coleta de lixo na Cidade, a PG EcoAmbiental, existe a possibilidade de a Administração Municipal solicitar a contratação, por tempo determinado, de mão de obra extra para auxiliar os funcionários da Secretaria de Serviços Urbanos (Sesurb) na limpeza das principais vias da Cidade durante o período de alta temporada de verão.

 

Este ano, foram cerca de trinta pessoas contratadas, que atuaram até o mês de abril. Atualmente, o trabalho volta a ser realizado exclusivamente pelas equipes da Sesurb.

 

 

Da redação

Publicado em 22/04/2021 às 13:22

Atualizado há 21 horas

Imagem: Reprodução / Redes Sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − 10 =