Motoristas que dirigem caminhões da Comlurb, responsáveis pela coleta de lixo, fazem paralisação

postado em: Notícias | 0

Prestadores de serviços reivindicam a volta do pagamento do adicional de insalubridade. Funcionários são de empresa terceirizada que afirma ser isenta do pagamento. CS Brasil afirma que cumpre os direitos trabalhistas previstos no acordo coletivo e na lei.

 

Motoristas que dirigem caminhões da Comlurb fazem paralisação

 

Funcionários de uma empresa terceirizada que presta serviços à Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) realizaram uma paralisação na manhã desta terça-feira (24). Eles reivindicavam a volta do pagamento do adicional de insalubridade.

 

Por volta das 9h30, a Comlurb informou que a paralisação havia sido finalizada.

 

O grupo é responsável por dirigir os caminhões que realizam a coleta de lixo e, segundo eles, em função disso têm contato constante com lixo.

 

Segundo os funcionários, a empresa é a única do segmento que, desde 2019, diz ter um laudo que a isenta do pagamento do adicional de insalubridade: “todas as demais empresas de coleta de resíduos pagam o adicional de insalubridade de 20%, e se as condições de trabalho são iguais para todos, não há porque haver discriminação dos motoristas desta empresa”.

 

A empresa CS Brasil disse, por meio de nota, que cumpre os direitos trabalhistas previstos no acordo coletivo e na lei e realiza sua operação conforme o contrato mantido com a Comlurb.

 

 

Por Bom Dia Rio

 

24/08/2021 06h25  Atualizado há 20 horas

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × um =