Escritor doa três mil exemplares de livro infantil para filhos de trabalhadoras da limpeza

postado em: Notícias | 0

O escritor Renato Camargo Ribeiro, que trabalha no departamento de Comunicação da empresa Ecourbis Ambiental, autor do livro infantil “A cenoura e o violão”, visitou na manhã desta sexta-feira (12) o Centro de Convivência Infantil Aida Visconde Bastos, no Tatuapé, onde funciona a creche mantida pelo SIEMACO-SP e que atende filhos e filhas de trabalhadoras da limpeza.

 

Representando o presidente do SIEMACO-SP André Santos Filho, os diretores Wagner Antonelli e Danilo de Jesus acompanharam Renato na visita, onde foram recepcionados pela coordenadora pedagógica da creche, professora Giselle Maria Leite. O encontro teve um caráter especial: o autor leu trechos de sua obra para um grupo de crianças e professoras e fez a doação de 100 exemplares do livro para a instituição.

 

O presidente do SIEMACO-SP agradeceu a doação dos livros e parabenizou a empresa e o autor pela iniciativa de valorizar a educação por meio da literatura infantil. “Acredito que a mudança para alcançar o desenvolvimento que precisamos atingir nesse País passa necessariamente pela cultura”, enfatizou André.   

 

Apaixonado por arte e literatura, o escritor diz acredita que livros infantis são poderosos, porque podem passar mensagens profundas de maneira simples e curta.

 

 “Eu estava escrevendo o livro e por iniciativa da própria diretoria da empresa recebemos o patrocínio da Ecourbis e o inscrevemos num projeto de incentivo à cultura (do governo federal). Com isso nos comprometemos a distribuir 10 mil exemplares para crianças de baixa renda das zonas Leste e Sul de São Paulo. Também doamos 3 mil exemplares ao SIEMACO-SP, que organizará a entrega para os filhos e netos das trabalhadoras da limpeza da cidade”, disse Renato.     

 

Giselle ficou imensamente lisonjeada com a visita e a doação. Ela se sentou no chão com as crianças na sala de leitura e acompanhou atentamente a narração da história. Em seguida foram distribuídos os livros entre as crianças e professoras. “Aqui nós incentivamos muito as crianças e os pais a lerem. Também vamos deixar alguns exemplares na biblioteca”, disse.

 

 

Professoras, diretores do sindicato e a coordenadora pedagógica posam com o autor do livro infantil “A cenoura e o violão”

O livro “A cenoura e o violão” foi escrito em prosa poética e trata de dois temas: o tempo e a amizade. A história narra o encontro da cenoura e do violão, que juntos passam a fazer música e lidar com as imposições do tempo.

 

Segundo o autor o livro é uma obra de arte genuinamente brasileira, que de uma forma direta contribui com o cenário literário infantil do País.

 

Usando a música como o ponto de identificação entre as personagens, traz ensinamentos virtuosos a respeito da amizade e das oportunidades da vida. Trata do luto, mas encoraja a escolha da vida e da amizade frente às adversidades.

 

O autor conta que foi inspirado pelo avô, José Jorge de Camargo, que despertou nele “a arte de contas histórias”, a quem dedica a obra, junto com filho Bernardo, que em breve completará três anos, e que também o inspirou a escrever o livro.

 

Bacharel em comunicação social, com especialização em psicologia da comunicação e do marketing, Renato se declara um amante da língua portuguesa e revela que também é músico, baterista de uma banda.  

 

Com ilustrações de Rogério Neves, a obra está disponível em audiolivro na internet, com trilha sonora e tudo.

 

Clique aqui para acessar

 

* Pelos jornalistas Alexandre de Paulo (MTB 53.112/SP) e Fábio Busian (MTB 81.800/SP)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + 13 =