FEEAC RS
Auxílio Reconstrução: veja como acessar benefício para atingidos por enchentes no RS

postado em: Notícias | 0

Pessoas diretamente atingidas pelas enchentes históricas deste mês de maio no Rio Grande do Sul poderão ter acesso ao Auxílio Reconstrução, um benefício do governo federal pra famílias que tiveram de abandonar suas casas de forma temporária ou definitiva. Serão destinados R$ 5.100 para cada família. O valor será pago integralmente, em uma única parcela.

O valor será pago a moradores de municípios em situação de calamidade ou de emergência. A lista completa de cidades cujos habitantes receberão o benefício está disponível aqui. Caberá às prefeituras enviar ao Governo Federal os dados de cada família, listando as pessoas componentes de cada núcleo familiar e o endereço. Cada família deverá ter um responsável indicado pela prefeitura, preferencialmente uma mulher.

Os dados enviados pelas prefeituras serão recebidos pela Caixa, que vai fazer o pagamento. Quem tem conta no banco público vai receber os valores diretamente. Para quem não tem, a Caixa vai abrir uma conta poupança no nome da pessoa responsável pela família, que deverá baixar o aplicativo Caixa Tem para poder movimentar o dinheiro.

As prefeituras começarão a enviar os dados ao governo na quarta-feira (22). O governo não confirmou as datas de pagamentos, que podem variar de pessoa para pessoa. O depósito depende do envio das informações pelas prefeituras; do processamento dos dados; e de uma confirmação que deve ser feita pela família. O sistema para confirmação entra no ar no próximo dia 27 (segunda-feira).

O Auxílio Reconstrução estará disponível para todas as pessoas que atendam os critérios – ou seja, aquelas que tiveram de sair de suas casas e perderam seus bens por causa da chuva.

O governo federal destaca que não há nenhum tipo de regra específica para uso desse dinheiro, e que o auxílio está sendo oferecido para que as famílias possam retomar suas vidas. “Para quem perdeu geladeira, fogão, televisão, sofá, colchão possa comprar esses bens, para quem teve a casa parcialmente destruída possa fazer uma pequena reforma. Cada família sabe a melhor forma de utilizar o recurso”, destaca o governo.

FONTE: BRASIL DE FATO RS / FOTO: Rafa Dotti

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × três =